René Martin é o pseudônimo de autor Latino Americano, executivo financeiro internacional, tendo ocupado cargos em entidades financeiras de alguns países, agraciado com títulos honoríficos de dois Estados Norte-Americanos (Oklahoma e Geórgia) e o Estado do Rio de Janeiro. Como autor, apresenta-se com 46 obras, entre livros de livraria e de bolso. Destes, 2 tornaram-se filmes de longa-metragem, sendo o mais conhecido “O Tesouro de Zapata”. Possui livros e contos nos campos da espionagem, policial, western e ficção científica.

René Martin teve contos publicados pelos jornais O Dia e A Notícia; revistas X-9, Meia-Noite e James Bond (Rio Gráfica e Editora – Grupo O Globo) e coletâneas famosas como Hoje (Livraria Francisco Alves Editora) e Terry Carr (CEDIBRA).

Escreveu o primeiro conto policial aos 16 anos de idade, intitulado “Estou em Dívida com a Justiça”, que mais parte foi republicado sob novo título “O Álibi”. Grande admirador do personagem “Arsène Lupin”, idealizado e escrito por Maurice Leblanc, escreveu contos em homenagem àquele autor francês do início do século XX, criando o golpista internacional chamado “Alfred Lèverge”.